21ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo – Vamos??

Já estão se preparando para o maior evento do orgulho LGBT do mundo?? A 21ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo acontecerá dia 18 de junho.

parada-lgbt-sp

Opa! A Parada mais esperada do ano já tem data, programação e tema definidos e nós já anotamos tudinho na agenda. Dia 17 de maio, aconteceu a  primeira coletiva de imprensa para apresentar o 21º Mês do Orgulho LGBT 2017A coletiva contou com a drag queen Tchaka como Mestre de Cerimônias. Ela anunciou o tema da Parada desse ano que é:

“Independente de nossas crenças, nenhuma religião é lei! Todas e todos por um Estado Laico”.arcorisi

Continue lendo

Celine Ramos
Baiana, feminista, negra e publicitária. Fundadora do SouBetina. Vivo na ponte-aérea Salvador-São Paulo. <3

#EventoSP – Hoje Acordei Reversa com Vira Letra reúne nomes da literatura LGBT

Betinas que amam ler e sobretudo adoram uma literatura LGBT, não podem perder esse evento da Reversa Magazine em parceria com a editora Vira Letra <3.

 

 

Na semana que antecede a Parada do Orgulho LGBT de SP, a maior parada do mundo, vamos nos encontrar no HOJE ACORDEI REVERSA com VIRA LETRA. Um movimento de cultura LGBT em que, durante um dia, será realizado uma mini feira do livro com @s [email protected] da editora Vira Letra, roda de conversas, mesa-redonda e lançamentos de livros.

O movimento surgiu em 2014, quando foi feita uma mini edição, dentro da Galeria Lâmina. Desde lá, o projeto engavetou porque o Reversa Magazine foi crescendo e tomando mais atenção, conta Maíra Reis, uma das idealizadoras.

“Agora, casou uma ideia e essa vontade, de retornar o Hoje Acordei Reversa, porque a Editora Vira Letra precisava de um local para fazer o lançamento de alguns dos seus mais recentes títulos. Assim nos conectamos para criar o “Hoje Acordei Reversa com Vira Letra””, diz Maíra.

O evento conta com programação especial que fará do dia, com certeza, algo incrível.

“A ideia é que a literatura LGBT seja a ponte para encontrar pessoas que têm esse interesse em comum. E, claro, com a oportunidade de tomarem uma cervejinha, conversarem e descobrirem [email protected] e suas obras.”

E então, vamos nos encontrar lá? Boa companhia, bom bate papo e muita cultura LGBT. O que queremos mais? <3 Você pode garantir seu ingresso nesse primeiro lote com preço promocional ate 31 de maio, através desse LINK.

 

18424118_1382776688483011_7817255602042241959_n Continue lendo

Celine Ramos
Baiana, feminista, negra e publicitária. Fundadora do SouBetina. Vivo na ponte-aérea Salvador-São Paulo. <3

Yuri Love 3: outros sucessos e novidades animadoras

Olá, Betinas! Como vão vocês?

Dizem que um é bom, dois é ótimo, mas três é demais, porém acho que, quando se trata de conteúdos que nos representam, quanto mais, melhor. É com essa premissa que venho espalhar as boas novas: sucessos lançados recentemente – e outros que ainda virão – a respeito do amor entre mulheres em desenhos japoneses – os animes Yuri, como são denominados.

Não se esqueçam de ler os artigos Yuri Love 1 e 2 para entender melhor esse universo único da cultura nipônica.

E aqui vão as nossas atrações:

 

  • SENGOKU OTOME

Tudo começa quando Hideyoshi, uma colegial dos dias atuais – muito desastrada e pouco interessada nos estudos –, acidentalmente é conduzida para um marco histórico japonês, chamado de período “Sengoku”, época em que os clãs lutavam entre si para demarcar seu território. Nesse tempo – sem Wi-fi, nem fast-food –, Hideyoshi conhece Oda Nobunaga, uma líder forte e imponente que, por alguma razão, acredita precisar da estudante para encontrar uma armadura carmesim e dominar todo o arquipélago. O destaque aqui vai para Mitsuhide, uma guerreira inteligentíssima e tsundere (temperamental), que, secretamente, ama e admira Nobunaga, sua querida líder. Assistam até o fim, pois existem gratas surpresas neste anime, embora não haja conteúdo sexual. OBS: o único “macho” desse desenho é o cachorrinho tarado. Nesta versão do período Sengoku, só existem mulheres. Não que eu esteja reclamando, é claro…

1 Continue lendo

Celine Ramos
Baiana, feminista, negra e publicitária. Fundadora do SouBetina. Vivo na ponte-aérea Salvador-São Paulo. <3

Projeto AssumidaMENTE – #Coaching para Mulheres Lésbicas

butterfly-siteba2

Quando a gente pensa em alguém bem-sucedida, a primeira coisa que vem em nossa mente é essa pessoa realizada no trabalho colhendo os frutos do sucesso profissional. Mas uma vida de sucesso requer satisfação em diversas áreas do nosso cotidiano: trabalho, família, amigos, relacionamento, ideais, sentido de vida. E isso não é algo fácil, mas é uma coisa desejada por 10 entre 10 pessoas no mundo.

Pense que cada área da nossa vida conversa com a outra para que a gente fique 100% bem. Você pode ter o emprego desejado, mas se vai mal com a família isso interfere em sua produtividade. Agora, imagine ter boas oportunidades e não conseguir desenrolar isso de maneira positiva porque tem algo seu, muito íntimo que todo dia martela em sua cabeça pedindo uma solução?

jenny Continue lendo

Celine Ramos
Baiana, feminista, negra e publicitária. Fundadora do SouBetina. Vivo na ponte-aérea Salvador-São Paulo. <3