Lesbeep

#Lesbeep Novo casal na área (Lauren Morelli e Samira Wiley)

Há pouco tempo atrás, a roteirista de Orange is The New Black, Laura Morelli assumiu sua homossexualidade (aqui) contando para geral como depois dos 30 anos descobriu que era lésbica, e o quanto se sentia confortável com a descoberta. Agora ela está namorando com Samira Wiley, que interpreta Poussey <3 Olha que casalzinho lindo! A revelação vem pouco depois de Lauren assinar o divórcio do marido, de maneira amigável, com quem foi casada por dez anos. Sim, gente. Não há prazo para sair do armário e se reinventar. Pode acontecer a qualquer momento.

“Descobri que era gay no outono de 2012, logo nos meus primeiros dias no set. Não era uma grande coisa, mas a junção de pequenos detalhes: me sentia desconfortável em um grupo de lésbicas e não me considerava uma pessoa muito sexual. Preferir ler um livro ao invés de fazer sexo era uma preferência bastante razoável, não?! Me revelei para a minha família, amigos e praticamente todo mundo do set de Orange – e agora para vocês leitores. Hoje, quando estou na sala dos autores ou nas gravações, não me sinto mais presa no meio de duas verdades. Pertenço ao local, porque minha própria narrativa se encontra nas histórias fictícias que contamos na série: histórias de pessoas que estão se conhecendo, de caminhos difíceis e redenção.”

Felicidades ao casal! :D



#Lesbeep Ana Carolina e Letícia Lima

Olha mais um #AlertaShimbalaiê!

Alguns sites estão dando a notícia de que Ana Carolina e a comediante do Porta dos Fundos, Letícia Lima, estão namorando. Elas tem sido visto juntas em diversos locais há meses, e segundo Léo Dias, colunista do jornal O Dia, foram vistas aos beijos no aniversário de Preta Gil. As duas não confirmam nem desmentem essa história e tá todo mundo de olho. Se forem de fato namoradas, será mais um #casalbetina muito bem vindo no Sou Betina World. :D

1 Continue lendo …

#Lesbeep Alessandra Maestrini assume bissexualidade

A atriz Alessandra Maestrini, que ficou conhecida na TV por sua personagem Bozena em Toma Lá Da Cá, fez uma carta desabafo sobre sua bissexualidade. Ela conta que cansou de esconder quem é com medo de magoar os outros e resolveu não se expor, mas sim, se expressar. A declaração de Maestrini é mais uma na nossa coleção de pessoas públicas saindo do armário em prol de sua vida e liberdade e que acabam influenciando inúmeras pessoas a serem quem são sem medo e sem vergonha. Com certeza, a saída do armário de Alessandra será vista também com muitas críticas sobre a ‘necessidade’ de trazer isso à tona, mas ela já adianta e dá seu recado no texto.

Obrigada, Alessandra! #VemGente #SaiDoArmario

capa.fw

Leia na íntegra:

Existe uma grande diferença entre o sentimento de permitir mistério e o sentimento de evitar vexame. Uma grande diferença entre se preservar e se tolir. Uma grande diferença entre ser compreensivo e ser auto destrutivo. Entre evitar pisar no calo dos outros… e convidá-los a que pisem nos seus. Quando a etiqueta é mais importante do que a ética, alguma coisa está muito errada.

Já repararam que quando alguém resolve se declarar gay, bi, pam ou trans, esta pessoa nunca diz “vou assumir minha sexualidade”? Diz: “Vou me assumir.” Porque o gesto e a questão estão muito além dos limites do sexo. Trata-se de assumir sua personalidade, sua opinião religiosa, política, social, profissional, familiar, amorosa e para consigo própria. Trata-se de assumir sua ilimitada criatividade e responsabilidade (a habilidade de responder) perante a vida.

Meu nome é Alessandra Maestrini. Sou caucasiana, magra, tenho 37 anos, uma família grande que me ama, me sustento com o suor do meu trabalho que já tem reconhecimento inclusive público, sou artista, boa parte dos meus amigos é artista, “mente aberta” como eu, a imprensa sempre me trata com o carinho e discrição que eu gostaria e, ainda assim, eu estou exausta. Exausta de não me sentir amada incondicionalmente. Exausta de não me permitir amar e ser amada como devo e como mereço. Exausta de me sentir rejeitada e, é claro, especialmente por mim mesma. Exausta de assumir uma posição superficial sobre tantos assuntos para “não me expor”. Exausta de falar sobre sexualidade não ortodoxa como se me referisse a terceiros, quando na verdade estou entre os sujeitos e sou o objeto do assunto. Não estou falando sobre “eles”. Estou falando sobre “nós”. Continue lendo …

Emily Rios (Breaking Bad), sai do armário

Mais uma betina não suportou o calor do armário e resolveu sair.

Quem assistiu Breaking Bad lembra de Andrea Cantilho, a namorada de Jesse Pinkman (Aaron Paul), o sócio de Mr Wlat. Agora, as betinas vão ter mais motivos para lembrar dela. A atriz Emily Rios, saiu do armário ao falar sobre uma personagem lésbica que irá fazer na nova série,  “The Bridge”. Emily revelou ao site “After Ellen” que, assim como sua personagem, Adriana, ela também é lésbica. Simples como andar por aí. :)  “Eu sou gay e mexicana e é por isso que eu amo a personagem. Tive de lidar com os mesmos tipos de situação com a minha própria família”, disse Emily ao contar que sofreu resistência da mãe por medo das situações e preconceitos que a filha poderia passar, mas que  depois ficou tudo ok, o que é diferente de sua personagem que vai penar um pouquinho mais.

“Minha família levou cerca de um ano para entender que não era apenas uma fase. Foi então que eles se sentiram confortáveis, o que foi importante pra mim, os mexicanos são muito voltados para a família”, explicou.

:D

Emily_Rios.jpg dd.fw

Páginas123