Categoria: Filmes Lés

Yuri Love 3: outros sucessos e novidades animadoras

Olá, Betinas! Como vão vocês?

Dizem que um é bom, dois é ótimo, mas três é demais, porém acho que, quando se trata de conteúdos que nos representam, quanto mais, melhor. É com essa premissa que venho espalhar as boas novas: sucessos lançados recentemente – e outros que ainda virão – a respeito do amor entre mulheres em desenhos japoneses – os animes Yuri, como são denominados.

Não se esqueçam de ler os artigos Yuri Love 1 e 2 para entender melhor esse universo único da cultura nipônica.

E aqui vão as nossas atrações:

 

  • SENGOKU OTOME

Tudo começa quando Hideyoshi, uma colegial dos dias atuais – muito desastrada e pouco interessada nos estudos –, acidentalmente é conduzida para um marco histórico japonês, chamado de período “Sengoku”, época em que os clãs lutavam entre si para demarcar seu território. Nesse tempo – sem Wi-fi, nem fast-food –, Hideyoshi conhece Oda Nobunaga, uma líder forte e imponente que, por alguma razão, acredita precisar da estudante para encontrar uma armadura carmesim e dominar todo o arquipélago. O destaque aqui vai para Mitsuhide, uma guerreira inteligentíssima e tsundere (temperamental), que, secretamente, ama e admira Nobunaga, sua querida líder. Assistam até o fim, pois existem gratas surpresas neste anime, embora não haja conteúdo sexual. OBS: o único “macho” desse desenho é o cachorrinho tarado. Nesta versão do período Sengoku, só existem mulheres. Não que eu esteja reclamando, é claro…

1 Continue lendo

Celine Ramos
Baiana, feminista, negra e publicitária. Fundadora do SouBetina. Vivo na ponte-aérea Salvador-São Paulo. <3

#FilmeLes Sapatão, hora de morfar. Power Ranger Amarela é lésbica <3

O novo filme Power Ranger, que estreou aqui no Brasil dia 23 de março é mais um desses filmes que a gente vai correr pra assistir. Primeiro porque quem aqui não assistia aqueles efeitos especiais maravilhosos (SQN), dos Power Rangers. Segundo porque quem não aprendeu a tocar as primeiras notas da musica de abertura num tecladinho? (Ok, acho que esse ponto nem todo mundo hehehe). Mas terceiro e mais interessante, nesse filme a ranger amarela está saindo do armário, gente <3 <3

becky-g-power-ranger-amarilla

Quem fará a o papel de Trini, será a atriz Becky G. Segundo o diretor Dean Israelite, que falou com o The Hollywood Reporter, há uma cena onde ela está se questionando sobre problemas com o namorado, mas na verdade Trini percebe que essa questão está relacionado a uma garota e não a um garoto. É um pequeno momento, mas Israelite chama de “fundamental” para todo o filme.

“Para Trini, ela realmente está se questionando muito sobre quem é. Ela ainda não entendeu muito bem o que está acontecendo, é o que eu acho ótimo nessa cena e no que ela vai propiciar para o restante do filme é: ‘Está tudo bem’. O filme está dizendo: ‘tudo bem’ para todas as crianças que estão tentando entender quem são e querem encontrar sua tribo”

Na vida real, o primeiro Ranger Azul, o ator David Yost, que é gay, deixou a série nos anos 90 depois de enfrentar assédio por conta de sua orientação sexual. Ele elogiou essa inclusão no novo filme!

“Eles finalmente fizeram alguma coisa! Acho que muitas pessoas na comunidade LGBTQI vão ficar entusiasmadas por ver essa representação”

Agora a gente que Mulher-Maravilha, Mulher Gato, Batgirl e Arlequina e Hera Venenosa sendo beeem sapatão nos cinemas também, né nom?


#FilmeLes – Sentadinha esperando estrear Atomic Blonde com Charlize Theron por motivos de vejam o trailer

Estamos vendo circulando por todos os brejos o trailer do filme Atomic Blonde, que conta com Charlize Theron (<3), como uma  “queen killer” sofisticada e implacável, sem falar de linda e maravilhosa. A atriz sul africana dá vida a Lorraine Broughton, sua nova crush de ação. hahaha

Se você gosta de filme de ação e tem uma queda por Charlize, também vai sentar aqui com a gente pra esperar. Além das cenas de intensa ação, vamos ver imagens sensuais de Charlize ao lado da atriz Sofia Boutella, conhecida pela sua recente participação como Gazelle, em “Kingsman: Serviço Secreto”.

Quando questionada pelo E! Entertainment sobre as cenas românticas, Charlize apenas disse que foi uma “tarefa fácil”: “Ela é maravilhosa! E foi ótima o tempo inteiro!”. Vai ser fácil comigo também, Charlize. Vem!!

Apreciem:

Celine Ramos
Baiana, feminista, negra e publicitária. Fundadora do SouBetina. Vivo na ponte-aérea Salvador-São Paulo. <3

#filmeLes – Eva Green e Gemma Arterton farão o casal Virginia Woolf e Vita Sackville-West.

Eu já coloquei o milho na panela, enquanto espero esse filme sair. A gente cresce o olho quando lê algo tipo “filme lésbico”, e quando o filme é baseado numa história real o olho já começa a lacrimejar. Não bastando ser filme lésbico + história real, ele é sobre as escritoras Virginia Woolf e Vita Sackville-West. Ok, que eu não conheço a obra de Vita, mas o pouco que conheço de Virgínia gosto muito. <3erge

 

Daí vem mais um plus pra tudo isso. O filme será estrelado por Eva Green no papel de Virginia, em par com Gemma Arteton como Vita. Tô no chão, quero ver aquela cena melosa de olhares apaixonados (sim, sou romântica). A história real de Virginia e Vita durou uns 10 anos e elas eram amantes, pois ambas eram casadas. O amor faz dessas, né, gente? Ainda mais numa época em que ser lésbica era muito mais difícil e condenado do que hoje.

alx_vita-sackville-west-virginia-woolf_original

O livro Orlando – Uma Biografia, lançado por Virginia em 1928, foi dedicado a Vita. “O efeito que Vita tinha sobre Virginia está todo descrito no conteúdo de Orlando, a carta de amor mais longa e charmosa da história da literatura”, diz o filho de Sackville-West. O filme será dirigido por Chanya Button, Katie Holly e Evangelo Kioussis. Ainda não temos data, mas a ansiedade já tá aqui nas costas.

Celine Ramos
Baiana, feminista, negra e publicitária. Fundadora do SouBetina. Vivo na ponte-aérea Salvador-São Paulo. <3