Categoria: Filmes Lés

#filmeLes – JOVEM RAINHA

O longa “A Jovem Rainha” é a cinebiografia da rainha Cristina, da Suécia. O filme será lançado ainda em fevereiro e é uma bela recriação do século 17. O enredo conta com intrigas políticas, guerra e romance lésbico 😉 para contar a história da polêmica rainha que era a mulher mais letrada de sua época, grande benfeitora das artes e que preferiu abdicar do trono a se casar com um homem.

filmes_11875_posterajovemrainha

A trama é uma adaptação do canadense Michel Marc Bouchard (“Tom na Fazenda”) de sua própria peça, com direção do finlandês Mika Kaurismäki (“O Ciúme Mora ao Lado” e irmão de Aki Kaurismäki) e destaca a bela sueca Malin Buska (“Dinheiro Fácil – Vida de Luxo”) como o “rei menina”, como define o título internacional, apaixonada pela canadense Sarah Gadon (“Drácula, a História Nunca Contada”).

A produção dividiu a crítica, mas foi premiada nos festivais de Montreal e Valladolid. A estreia está marcada para 23 de fevereiro aqui no Brasil e já está em nossa listinha de entretenimento 😀

Celine Ramos
Baiana, feminista, negra e publicitária. Fundadora do SouBetina. Vivo na ponte-aérea Salvador-São Paulo. <3

Por que desejo a continuação de The L Word? 5 motivos

Alerta de spoiler!

Empoderamento, romance, drama, comédia, crushs, família e elenco incrível define essa amada série escrita e produzida por Ilene Chaiken – hoje criadora da série Empire – que foi ao ar em janeiro de 2004 e teve o encerramento em março de 2009 nos canais Showtime (EUA), Showcase (Canadá) e Warner nos demais países da América.

Claro que uma continuação será baseada na realidade, pois um presidente republicano ameaça os direitos das pessoas LGBTs no país. É racista, misógino, odeia latinos e muçulmano, com certeza críticas provocariam reflexões sobre o que esperamos em outros assuntos.

Agora listamos alguns motivos para o retorno de The L Word se tornar um sonho:

1-  Quem matou Jennifer Shecter?

jenny

A escritora se transformou ao longo da trama, não dá para acreditar que a ingênua Jenny recém chegada à realidade de L.A tornou-se a vilã de seus amigos. Mas as investigações um dia terminam e teremos o nome da autora ou autor do assassinato.

2- O casal mais shippado da série: Bette Porter e Tina Kennard.

bette-e-tina2

Elas se mudariam para NY, e seus amigos fizeram uma homenagem, mas a morte da Jenny na casa do casal pode ou não adiar esse plano. Ano passado a Suprema Corte Americana legalizou em todos os Estados a celebração do casamento civil igualitário, então seria interessante as renovações de votos no altar e a dama de honra a filha delas, Angélica, já com 18 anos.

3- Sucesso da Alice Pieszecki na internet

o-quadro-piescjsjh

Ela ganhou destaque na internet ao desenvolver uma versão do ”Quadro Pieszecki”, aonde qualquer usuário cria a sua constelação de relacionamentos, tornou-se a rede social LGBT OurChart (nosso quadro) e chamou atenção de seu amigo e desenvolvedor do site Max Sweeney pela oportunidade na venda de espaço publicitário.

4- A revanche no basquete!

shane

Um desafio aceito proposto pela Papi a Shane tornou-se uma partida de basquete história na região LGBT de Los Angeles, e com certeza milhões de torcedoras aguardam essa revanche.

5- Helena e Kit.

helena

O companheirismo dessas amigas tornou-se uma sociedade, elas são donas do The Planet e Hit Club que dominam as noites baphônicas de West Hollywood. E a gente precisa saber dos babados que rolam por lá.

 

E você? Por que deseja o retorno de TLW? Comente. 🙂

 

assinatura-tamara

Celine Ramos
Baiana, feminista, negra e publicitária. Fundadora do SouBetina. Vivo na ponte-aérea Salvador-São Paulo. <3

TEMPO – Parte XI

5 ANOS DEPOIS

POV OLIVIA


Vancouver é lindo, estar no Canadá sempre é gostoso. Em cinco anos tanta coisa aconteceu. Meu Deus…

Profissionalmente, nós, cinco garotas que estávamos descobrindo a indústria da música nos tornamos cinco mulheres que fazemos parte de uma seleta lista de artistas de sucesso e referência. É bem engraçado imaginar que antes éramos cinco garotas que sonhávamos em conhecer grandes astros como Beyonce, Madonna, Lady Gaga, Justin Bieber, Taylor Swift, Elvis. Agora conhecemos e fazemos parte dessa lista.

Mega shows;
Mega eventos;
Mega estrutura;
Uma gravadora só nossa;
Uma grande e excelente equipe.

Tudo só nosso. Ryan mesmo sendo o criador e idealizador da ideia, foi super compreensivo quando pedimos para termos total controle da nossa carreira. Estávamos dispostas até a pagá-lo, mas ele não quis. Nos passou judicialmente tudo, sem problema algum. Ele sempre estará nos nossos corações, ele é o criador do grupo, nosso pai de coração. O escritório dele ainda cuida de alguns setores, ainda somos próximos.

A vida pessoal das cinco, creio eu que anda bem. Jane, que é a mais nova, cresceu ainda mais. Ela está uma mulher linda, confiante, que já namorou alguns caras e é super de bem com a vida.

Mia, bom, assim como Jane ela tem todas essas características positivas. Eu costumo dizer que uma das vantagens de ser baixinha, é que quando você abraça alguém você escuta o coração da outra pessoa. E pode ser paranoia minha, mas creio eu que ela tem uma dor em seu coração. Ela sempre se mostra bem humorada e de facil convivencia, mas sinto que tem algo ali que ela ainda não externou, eu não posso arrancar um relato dela, então espero na minha o dia em que ela se sentir bem para falar sobre.

Vero, a mulher criança. É assim que a chamo. Vero se tornou sexy simbol (assim como todas nós, mas é indiscutível que as pessoas (principalmente mulheres) suspiram mais por ela e pela Lu.) Ela é guerreira, tem seu estilo próprio, é extremamente observadora e um pouco misteriosa eu diria.
Sério, pode parecer estranho, mas, não que seja uma obrigação dela contar tudo o que faz, ou onde vai. Mas ela some no meio da noite, volta antes do sol nascer.
Sinto ela muito travada, se policiando o tempo todo, com medo das pessoas, principalmente dos fãs. É que as pessoas, principalmente quem é fã, que acompanha, se sente um pouco íntimo, chega conversando como se fosse amigo de infância. E sempre tem alguém que questiona Vero sobre sua sexualidade. E ela odeia isso! Ela já disse, já escreveu que odeia ser questionada e que é hetero. Continue lendo

Celine Ramos
Baiana, feminista, negra e publicitária. Fundadora do SouBetina. Vivo na ponte-aérea Salvador-São Paulo. <3

Yuri Love: uma lista de animes sobre o amor entre meninas (2)

Olá, queridas betinas! Como estão?

Este artigo contém a segunda parte da lista de animes com Yuri (romance lésbico). Se vocês não leram a primeira parte, não deixem de fazê-lo, pois coloquei lá toda a definição do que é “anime” e outros termos japoneses importantes para quem já conhece e/ou está começando a desbravar o universo dos mangás/animes.

Antes de dar início à listagem dos desenhos, gostaria de fazer uma observação:

Muita gente acha que, após os créditos finais, o anime termina, porém nem sempre é assim! Para todos os efeitos, certifiquem-se de que o vídeo realmente acabou. Vocês não vão querer perder uma cena pós-créditos preciosa, vão?

Agora, corramos ao que interessa! Continue lendo

Celine Ramos
Baiana, feminista, negra e publicitária. Fundadora do SouBetina. Vivo na ponte-aérea Salvador-São Paulo. <3